Blog

PEQUENA ABELHA E A ÁRVORE ALTA DA AVE LOLA ESPAÇO DE CRIAÇÃO TEM TRADUÇÃO EM LIBRAS E CASA LOTADA DE SURDOS

A Ave Lola abre as portas da casa para a comunidade surda e inclui  tradução em Libras na peça A Pequena Abelha e a Árvore Alta! A tradução em parceira com a Fluindo Libras é cuidadosamente pensada em todos os detalhes, compondo com a estética proposta pela dramaturga Ana Rosa Tezza, que além da dramaturgia e direção, integra o  elenco dessa peça lindamente potente. Numa narrativa poética é contada a história de mulheres que viviam na Manaus do início do século XX, época áurea da borracha, mulheres de povos distintos, trazidas pelo destino que encontram-se e são desafiadas a enfrentar os medos e as ameaças de uma dura realidade. 

 A Trupe de artistas avelolinos teve trabalho desbravador e intenso de criação para apresentar ao público um espetáculo fantástico de uma qualidade imensurável. História cativante, atores entregues aos personagens, música ao vivo inspiradas na melodia peruana,  cenário encantador, figurino impecável!  Muita pesquisa e compromisso resultam na beleza que é a Pequena Abelha.

Obviamente traduzir para a Libras todo esse mundo da Pequena Abelha não foi tarefa fácil. As referências históricas, os nomes dos peixes (barbado, bicuda, pirarucu, tambaqui, matrinxã, tucunaré, etc.), alimentos (tucupi, jambú, etc), lugares e palavras regionais,  tudo deu muito trabalho ao tradutor Jonatas Medeiros e toda rede de consultoria que se empenhou nessa tradução. A etapa de pesquisa contou com a ajuda da intérprete Ana Carolina, nossa amiga que reside no Acre que mobilizou muitos outros intérpretes ao nosso favor na consultoria de sinais. A consultora surda Paula Roque nos subsidiou diversos classificadores em Libras e soluções de piadas que têm efeitos diferentes nas diferentes culturas, surda e ouvinte, além de realizar guia-interpretação para o público surdo-cego. Sinalizantes de Manaus e do Pará foram correspondentes importantes que tornaram todo o trabalho mais rico. A tradução que levou alguns meses de pesquisa, teve ensaio com a Trupe e direção de cena de Ana Rosa. A produção da tradução pensou em todos os detalhes junto com a Ave Lola, decidindo o figurino do intérprete, melhor local, iluminação, entradas e saídas de cena e uma infinidade de detalhes, tudo em respeito ao direito da comunidade surda em receber uma arte inclusiva e esteticamente prazerosa.

A Fluindo Libras e Ave Lola garantiram que o público surdo estivesse presente, com uma divulgação maciça diretamente em Libras disseminada em redes sociais e lista de contatos da comunidade surda de Curitiba e região. A Fluindo com seu histórico de formação de público surdo para o teatro  pensou em vários aspectos para que os surdos se sentissem confortáveis, desde a reserva de ingresso ao melhor local para assistir a peça com tradução. 

Confira o vídeo convite em Libras:

Produzimos também um vídeo sinopse da peça em Libras, criado pela diretora Ana Rosa em conjunto com o tradutor Jonatas Medeiros, pensado exclusivamente para o público surdo, a captação e edição foi de Larissa de Lima com assistência de Felipe Patrício.

Confira a sinopse em Libras:

 

A Pequena Abelha e a Árvore Alta teve quatro apresentações com Libras todas com público máximo de surdos!

Veja alguns depoimentos dos surdos que estiveram no espetáculo: 

 Agradecemos imensamente à toda Trupe Ave Lola que nos acolheu tão carinhosamente e firmou essa parceria linda conosco, e especialmente às mais de 140 pessoas da comunidade surda que prestigiaram esse espetáculo bilíngue maravilhoso. E nosso muito obrigado à Paula Roque e Ana Carolina, nossas queridas asssessoras.